quinta-feira, 21 de junho de 2012

Mudar Braga - António Variações

Braga continua demasiado pequena para António Variações. 


A 13 de junho de 1984 morreu uma das maiores referências bracarenses do século XX. Contudo 28 anos após a sua morte, continua por homenagear devidamente este ícone da arte de Portugal.

Quantos anos terão que passar para que António Variações tenha em Braga um Museu, uma Avenida e uma Estátua a si dedicados? 

A hipótese do Museu de Arte Contemporânea para as instalações do antigo Hospital de Braga, seria um dos locais indicados, para a inclusão de uma exposição permanente dedicada a António Variações.

São os grandes ícones que dão identidade, caráter e interesse às cidades... porque é que em Braga se há de continuar a ocultar e ignorar António Variações?


Há que "chamar" António Variações ao centro de Braga, reunir, valorizar e desenvolver o seu legado, fazendo-se finalmente justiça à sua memória e valorizando também dessa forma o património e turismo cultural de Braga.


Todos ficaremos mais ricos.