sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Sete Fontes - Património em risco (3)

Ao que parece andam a brincar com os Bracarenses e com as Sete Fontes.
Segundo a notícia do Diário do Minho, estaria em curso o seguinte:
A Câmara Municipal de Braga vai retificar o Plano de Pormenor das Sete Fontes para Plano de Pormenor de Salvaguarda. A intenção foi comunicada ao grupo de peticionários pela salvaguarda daquele monumento nacional pela Direção Regional de Cultura do Norte, durante uma reunião no Porto. Outra das medidas referidas pela Direção Regional foi a realização de um estudo hidrogeológico pela Universidade do Minho, que estará concluído dentro de seis meses. As entidades acordaram na necessidade de ser avaliado em profundidade o impacto da rotunda e das vias previstas pela autarquia bracarense para a área da Zona Especial de Proteção.
Esta notícia foi comentada aqui no BragaOn.


Contudo surgiu agora a seguinte comunicação de Ricardo Rio, na sua página do Facebook.
(Mais) Ecos da reunião de hoje do Executivo Municipal:
"- Sr. Presidente, é verdade o que lemos no jornal de que a Câmara vai avançar com um Plano de Salvaguarda para as Sete Fontes?
- Não, nada disso. Nós recebemos alguns comentários da Direcção Regional de Cultura à proposta de Plano de Pormenor que enviamos e vamos fazer algumas correcções, mas nada mais."

Será que continua a valer tudo?

A Câmara Municipal de Braga tem o dever de esclarecer este assunto, estamos a falar de um Monumento Nacional e da respetiva ZEP que continuam a ser vandalizados e destruídos.