quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Mudar Braga - Braga e o desemprego

A notícia do Correio do Minho:

Durante o mês de Julho, o distrito de Braga contabilizou mais 1491 desempregados inscritos no Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP). Os números divulgados no início da semana revelam que no final do mês passado, nos 14 concelhos de Braga existiam 62.140 desempregados, quando no final de Junho eram 60.649.
Foi em Abril que o concelho de Braga ultrapassou Guimarães no que respeita ao concelho com mais desempregados. Em Julho, foram mais 526 os bracarenses que perderam o posto de trabalho. O concelho que é capital de distrito contabiliza 14.016 desempregados. Em Julho, Guimarães contabilizou 13.729 pessoas sem emprego, mais 586 do que no mês anterior. Famalicão fecha este pódio, com 10.159 desempregados, mais 46 do que em Junho.
O desemprego apenas registou descidas em três concelhos: Amares (menos 17 e com um total de 1387 desempregados); Fafe (menos 28, para um total de 3992); e Terras de Bouro (menos 33, com 373 no total). Nos restantes concelhos, o desemprego subiu: Barcelos terminou Julho com 6653 desempregados, mais 173; Cabeceiras registou 1368, mais 31; Celorico de Basto tem 1586, mais 53; Esposende com mais 48 tem 1774; Póvoa de Lanhoso contabiliza 1253, mais 17; Vieira do Minho com mais 26, num total de 925; Vila Verde registou uma ligeira subida, com mais três desempregados para um total de 2960; e, finalmente, Vizela fechou Julho com 1965 desempregados, mais 58 do que em Junho.


O desemprego continua a aumentar em todo o País, e o setor da construção é o mais atingido. Por isso, Braga devido ao grande "cluster" que possuía na construção civil, sofreu diretamente com esse fato. Pelo que, em abril deste ano, Braga passou a ser o concelho com mais desempregados no distrito. 

É tempo de Braga procurar diversificar-se e afirmar-se noutras áreas, como no Turismo, na Cultura e na promoção e produção dos produtos locais. Procurando funcionar em rede com todos os municípios do Minho, para que este possa afirmar a sua marca e dessa forma, estar mais capaz para vencer a crise.