sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Piscinas Olímpicas de Braga (4), Braga Play Planet

Nem de propósito, mais de meio ano depois, uma novidade sobre as Piscinas Olímpicas de Braga. 
Não por fontes oficiais, mas através do utilizador Tony, do Fórum Bracarae, que descobriu o estudo encomendado pela Câmara Municipal de Braga (CMB).

Pelo projeto é possível verificar que existe uma zona exterior, contígua às piscinas, que certamente ocupará o espaço disponível para o Pavilhão Multiusos, pelo que, indiretamente é possível concluir, que além das Piscinas Olímpicas, também o Pavilhão Multiusos foi abandonado.

Voltando ao projeto, no site da PlayPlanet, é possível consultar o Braga Play Planet, com a seguinte descrição:
A Play Planet foi responsável pelo projecto de Estudo Prévio do Parque Temático e Polidesportivo “O Mundo da Diversão em Braga – Braga Play Planet”.
O Parque Temático e de Diversão “Braga Play Planet – O Mundo da Diversão em Braga”, constitui uma iniciativa dirigida essencialmente aos jovens e à população activa do concelho de Braga, mas também à população dos concelhos e das cidades próximas, num contexto macro de globalização regional e internacional. 
Destina-se à criação de um pólo dinamizador de variadas actividades relacionadas com o desporto, educação, cultura e artes, que reflecte uma aposta em uma política orientada para a população de Braga, o seu bem-estar, qualidade de vida e saúde, através da diversificação da oferta recreativa, desportiva e cultural do concelho. 
Propõe-se que este Parque Temático e de Diversão seja criado usando as infra-estruturas existentes no actual polidesportivo do Parque Zona Norte, aproveitando o investimento já efectuado pelo Município de Braga, adaptando-o de forma criativa a um novo conceito arrojado e inédito em Portugal. 
O nosso objectivo passa por estruturar e equipar este parque com espaços capazes de atrair visitantes, de todas as faixas etárias, durante todo o dia e período nocturno, todos os meses do ano. Ou seja, 365 dias de utilização anual, tornando-o o mais rentável e lucrativo possível para os seus promotores. 
Para este Parque Temático propomos a fusão de duas realidades aparentemente opostas, “Bracara Augusta” e “Braga Capital”, passado e futuro, história e modernidade.
Estão disponíveis diversas imagens do Braga Play Planet, onde é possível visualizar as diversas zonas que compõem o parque:

Parque Aquático


Outras áreas (Spray Parque, Museu Vivo, Jardim da Música, Sala Smartus, Parque Inclusivo, Espaço de Jogo e Recreio Exterior, Zona Jovem)



Caso haja interessados, o que é muito pouco provável, e o Parque Aquático avance, ficam várias questões por colocar. 
Desde logo torna-se claro, que na tentativa de adaptação ao espaço existente, como por exemplo a colocação de um "Museu Vivo" na zona das bancadas, que os 8 milhões de euros já gastos, além de terem sido desperdiçados, condicionam agora a possível realização do Parque Aquático. 
Parece evidente, que este parque adaptado, estará sempre em desvantagem, face a um parque construído e desenvolvido de raiz para esse efeito. 

Além disto, o abandono do Pavilhão Multiusos e o restante Parque Norte por executar, revelam o falhanço completo da CMB, quando avançou com este Parque Urbano Norte.
A única obra executada, foi o Estádio Municipal e custou mais de 160M€, quando estavam previstos 30M€. Além do custo de construção, levou a que o Estádio 1º de Maio, ficasse quase sem utilidade. 
Estamos portanto, perante um despesismo desmedido a todos os níveis, e uma obra como o Estádio Municipal de Braga, de Souto Moura, que é uma referência Mundial, em vez de estar rodeada de áreas modernas e atrativas, encontra-se neste momento rodeada por baldios e estruturas abandonadas.

Apesar do supra citado, se este Parque Aquático avançar, será uma redução no prejuízo enorme, que estes políticos locais já causaram ao município e aos munícipes.

Esperemos pelos próximos capítulos, e que estes estejam para breve.

Mensagem seguinte, relativa às piscinas olímpicas de Braga. 
Mensagem anterior, relativa às piscinas olímpicas de Braga.