segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

A "Porta Fica Aberta", dia 22 de dezembro

Após as incidências que resultaram no adiamento da cerimónia de encerramento da Braga 2012, a organização da CEJ afirmou que, "a mudança para o dia 22 Dezembro permitirá, ainda, manter a programação e o fio condutor previsto para este evento já que as associações envolvidas, os colaboradores, as equipas de animação e as bandas manifestaram total disponibilidade para manter as suas presenças nesta data."

O novo cartaz já é conhecido e pode ser comparado com o previsto para o dia 15 de dezembro.

O 3 concertos principais foram mantidos, mas nomes como Miguel Rendeiro, UTTER, The Glockenwise, entre outros saíram do cartaz.

Agora é tempo de apoiar o evento e esperar que este seja um sucesso. 

Desejando também que a Câmara Municipal de Braga, corrija a data do evento caso este se repita nos próximos anos, colocando-o no último dia do ano onde culminará com a "abertura" do Arco da Porta Nova ao novo ano, dando ainda mais sentido ao nome do evento.

Não sendo de todo expectável que se possa criar um novo dia de celebração nesta época do ano, ao contrário da época onde se insere a "Noite Branca", a colocação do evento no último dia do ano será uma forma de celebrar com as associações e coletividades do município, prestando assim o tributo a quem dá vida à cidade durante o ano. Fazendo culminar o dia com o espetáculo de fim de ano, com os concertos e a abertura do Arco da Porta Nova. Criando assim uma celebração coletiva em Braga, que não existe, numa data em que todos celebram a entrada do novo ano.


Assim a "abertura do Arco", além de simbolizar a abertura ao novo ano, simbolizará também o convite a todos os participantes a dirigirem-se ao centro histórico, aos diversos estabelecimentos, onde cada um terá a sua celebração de novo ano, convite que se estende ao restante ano.

Desta forma procurar-se-á fomentar e dinamizar o centro histórico, que possui uma área pedonal de grande dimensão, mas onde vivem cada vez menos pessoas e onde as lojas não encontram viabilidade para lá permanecerem. 

Há que mudar a cidade e procurar desenvolver estratégias de longo prazo que revitalizem o centro histórico, essa estratégia passa por ligar o centro à cidade e à região, através de meios de transportes alternativos ao automóvel, e promover parcerias, eventos que beneficiem quem se instala no centro histórico. 
Procurando assim desenvolver o turismo e a implementação de serviços e comércio no centro.



Caso se repita o evento "A Porta fica Aberta", concorda com a alteração do mesmo para a passagem de ano?
Sim
Não
Create your own poll