sábado, 1 de dezembro de 2012

Desqualificar Braga - Largo Senhora-a-Branca

Hoje no "Desqualificar Braga" o Largo da Senhora-a-Branca, que tal como outros históricos espaços públicos da cidade, tem sido descaracterizado ao longo das últimas décadas. 

Em alguns locais existem uma ou duas intervenções claramente dissonantes do restante edificado, no caso do Largo da Senhora-a-Branca, proliferam as intervenções que destruíram o velho edificadoincluindo por vezes as fachadas principais. 

Que valor teria hoje o Largo da Senhora-a-Branca se as intervenções que se efetuaram maioritariamente na última metade do século XX, tivessem passado pela reabilitação e valorização do velho edificado, com a devida correção de volumetrias e alçados? 

Falta em Braga uma estratégia de fundo que procure manter a identidade dos conjuntos arquitetónicos principalmente nas vias históricas.


Os quatro edifícios assinalados ao centro foram alterados durante o século XX, como se pode ver nas seguintes imagens históricas.

Fonte 1, 2

Se no caso da livraria Minho parece ter passado pelo aumento de volumetria, alteração do piso térreo e dos materiais utilizados nas caixilharias, já nos restantes terá passado pela demolição total do edifício e respetiva fachada.

De entre todos o que mais se destaca pelos piores motivos, será o mais "moderno", ao que parece mantiveram o telhado parecido ao do edifício da Livraria Minho.



Qual o impacto do edifício ao centro na imagem, no conjunto do edificado?
Excelente
Bom
Regular
Mau
Péssimo
Create your own poll
Mais "Desqualificar Braga".
Página "Desqualificar Braga.