sexta-feira, 7 de setembro de 2012

CEJ Braga 2012 - Noite Branca (3)

Amanhã, dia 8 de Setembro de 2012, o centro histórico de Braga receberá um conjunto de espetáculos, que incluem o Festival do Norte, e artistas como Buraka Som Sistema, The Gift e Mafalda Arnauth.

Mais informações têm sido reveladas, como o "mapa do evento".




Ou os circuitos especiais dos TUB, desde as 21 horas até às 5 horas da madrugada de domingo.

Como podemos ver além do palco principal, onde os artistas presentes abrangem os mais variados estilos, também nas diversas áreas e palcos pela cidade, a variedade é muita.

Toda a cidade tem sido enfeitada com o branco que predominará.

Mais imagens dos preparativos.

Para a realização dos preparativos e do evento, a organização conta com 250 voluntários num total de 1000 candidatos, segundo notícia do Correio do Minho.
Continuam os preparativos para aquela que promete ser a noite mais longa da cidade. A organização da Braga 2012: Capital Europeia da Juventude revelou que irá contar com a ajuda de cerca 250 voluntários na produção da ‘Noite Branca’ que se realiza no sábado, dia 8.
Os serviços de voluntariado da Braga 2012 registaram mais de mil pedidos de inscrição de voluntários para a dinamização das actividades previstas. 

Para as 25 vagas internacionais disponíveis candidataram- se cerca de 600 jovens de toda a Europa. Nos próximos dias pelas ruas de Braga será possível encontrar jovens que representam as anteriores e futuras capitais europeias de juventude (Bélgica, Itália, Holanda, Eslovénia, Grécia). Com este projecto de voluntariado, os inúmeros turistas que apareçam por Braga podem pedir informações aos voluntários em grego, italiano, holandês, esloveno, francês, inglês e alemão.

A organização da CEJ Braga 2012, reportou na comunicação social local, que se tratará de uma maratona cultural única a nível Mundial.
A cidade de Braga prepara-se para viver, no próximo sábado, a noite mais longa e animada do ano. A “Noite Branca” da Capital Europeia da Juventude vai juntar concertos de alto nível, dança, arte e performances diversas em oito espaços do centro urbano, naquela que será «uma maratona artística e musical única no mundo», para a qual vai contribuir também o Turismo do Porto e Norte de Portugal, através da iniciativa Festival do Norte.

Pelo que se torna pertinente a crítica feita à organização, por Luís Tarroso:
Estou tão orgulhoso com a versão têxtil bracarense da noite branca (ou será cor-de-rosa?), limpa de museus e de galerias abertos noite dentro como fizeram aqueles chatos de Paris que a inventaram, que só me apetece dizer aos algarvios: ponham-se finos, pá - a nossa há-de ser bem mais marcante que a Noite Branca de Loulé em 2008!
Num evento que se apresenta como uma "maratona cultural única a nível Mundial" os Museus, Galerias e Espaços Culturais da cidade deviam figurar na divulgação do evento, e as parcerias e abertura destes espaços durante todo o evento devia ser um dos desígnios da organização.

Fica a sugestão.

Mais sobre o evento, no BragaOn.