quarta-feira, 18 de julho de 2012

Igreja de São Vicente

A Igreja de São Vicente construída no século XVI, foi alvo de uma extensa intervenção de restauro em 1691.
Fonte

A fachada é o primeiro grande ensaio do barroco de Braga e data de 1691. Nela trabalharam Manuel Fernandes da Silva, sob o traço de Frei Luís de São José.

O interior apresenta sanefas de André Soares (1756).  E azulejos tardios do século XIX, com temáticas da vida de S. Vicente.

O retabulo-mor de 1721, é autoria de Miguel Coelho, e os azulejos da capela-mor de 1728 são provenientes de Lisboa, igualmente com temáticas da vida de S. Vicente.


Contudo a Igreja de S. Vicente, remonta a um templo primitivo, do qual resta uma lápide tumular visigótica com uma inscrição epigráfica, "Aqui descansa Remistuera, desde o primeiro de Maio de 618, dia de Segunda-feira, em paz, ámen". Esta é a primeira referência conhecida ao primeiro dia da semana denominado Segunda-feira.


Esta exposição e informação devem-se ao "V Percurso do Barroco" promovido pela JovemCoop, e orientada pelo jovem investigador e amigo Rui Ferreira, no âmbito da Capital Europeia da Juventude, Braga 2012.