quinta-feira, 19 de julho de 2012

Igreja do Salvador - Lar Conde Agrolongo

A Igreja do Salvador construída entre 1602 e 1616, é uma igreja conventual das freiras beneditinas, transferidas para Braga em 1602. Contudo a fachada foi alterada em 1908 na construção do atual edifício do Lar Conde de Agrolongo, projeto de Moura Coutinho, tendo este ficado concluído em 1914.

O interior pertence ao período nacional do barroco. O teto pintado em caixotões é o grande destaque da sua decoração e saiu das mãos de Manuel Furtado Mendonça.
Em 1625 foram executados os painéis do retábulo-mor pelo pintor portuense Gonçalo Coelho, e em 1630 o interior da igreja foi revestido com azulejos. Durante o século XVIII novos trabalhos tiveram lugar: em 1718 foi construído o atual retábulo-mor pelo entalhador Gabriel Rodrigues.




Em 1730 foi executado o novo púlpito, por Marceliano de Araújo e em 1736 foi executado o órgão.

Este templo conventual das freiras beneditinas, possuía a típica entrada lateral e gradeamento, com o objetivo de isolar as freiras recolhidas no convento.

Fonte do texto, Wikipedia e "V Percurso do Barroco".


Esta exposição e informação devem-se ao "V Percurso do Barroco" promovido pela JovemCoop, e orientada pelo jovem investigador e amigo Rui Ferreira, no âmbito da Capital Europeia da Juventude, Braga 2012.